Mariana Gaspar

Full name: Mariana Marin Barbosa Gaspar
Quoting name: Gaspar, Mariana Marin
Professional Category: Doctoral Research Fellow
Title of PhD project: “Territórios de Fronteira: Interação Palavra-Imagem na Arte Contemporânea Portuguesa”. Advisor: Margarida Brito Alves (IHA/FCSH-NOVA)
Position(s) within IHA: RG Member [Contemporary Art Studies]
Contact: marianagaspar@hotmail.com
Curriculum Vitae
ORCiD: 0000-0003-2531-2302

 

 

Biography

Viajar, para fora e cá dentro. Caminhar. Ver exposições, ler, ouvir música, ir a concertos, ao cinema e ao teatro. Construir legos, ler histórias e contar estórias. Jogar à bola e andar de bicicleta. Cozinhar e, sobretudo, descobrir novas receitas. Cães. São interesses e atividades lúdicas que, não raras vezes e, felizmente, se cruzam com o trabalho. Sendo impossível elencar todos os livros, filmes, discos, viagens, entre outros afetos, deixo apenas algumas referências que me ocorrem mais de imediato.

Livros: O Livro do Desassossego e outros pessoanos, Nome de Guerra de Almada, Sinais de Fogo de Jorge de Sena, 463 Tisanas da Ana Hatherly, entre outros da autora, Os Passos em Volta de Herberto Helder, Mau Tempo no Canal de Nemésio, A Paixão Segundo G. H. de Lispector, As Afinidades Electivas de Goethe, Guerra e Paz e Anna Karenina de Tolstói,
Austerlitz de Sebald, Sem Destino de Kertész, As Velas Ardem Até ao Fim, de Sándor Márai, Viajante à Luz da Lua de Antal Szerb, Paris é uma Festa de Hemingway, As Cidades Invisíveis de Italo Calvino, As Boas Intenções de Max Aub, Travessuras da Menina Má de Mário Vargas Llosa, Exploradores do Abismo de Vila-Matas, Uma História da Curiosidade de Manguel, Pela Estrada Fora de Kerouac, entre outros.

Filmes: de Visconti, Rocco e Seus Irmãos, O Leopardo, Morte em Veneza, de Scola, O Baile, Feios, Porcos e Maus, Um Dia Inesquecível, de Fellini, A Estrada, A Doce Vida, Fellini 8 ½, de Vittorio de Sica, Ladrões de Bicicletas, Duas Mulheres, Casamento à Italiana, de Antonioni, O Eclipse e Blow-Up, de Rossellini, Roma Cidade Aberta e Stromboli, de Benigni Johnny Palito e A Vida é Bela, de Nanni Moretti, O Quarto do Filho, de Bergman, Mónica e o Desejo, Cenas da Vida Conjugal e Sonata de Outono; Luzes da Cidade e Tempos Modernos de Chaplin, Asas de Larisa Sheptiko, O Diabo é Uma Mulher de Sternberg, O Espelho de Tarkovsky, A Mulher que Viveu Duas Vezes, de Hitchcock, Laranja Mecânica de Kubrick, Hiroshima, Meu Amor de Resnais, Mulholland Drive de Lynch, Gosto de Cereja e O Vento nos Levará de Kiarostami, Filho Único e Pai e Filha de Ozu, Annie Hall, Intimidade e Manhatten de Woody Allen, E. T. de Spielberg, Wall-E e Up-Altamente, entre outros na categoria “para todas as idades”.

Discos: Kind of Blue (Miles Davis), A Love Supreme (Coltrane), The Black Saint and The Sinner Lady (Charles Mingus), Head Hunters (Herbie Hancock), Getz/Gilberto (Tom Jobin, João Gilberto, Stan Getz), Elis & Tom (Elis Regina e Tom Jobim), Construção e Meus Caros Amigos (Chico Buarque), Cartola (Cartola), The Velvet Underground & Nico, Revolver e Abbey Road (Beatles), Closer e Unknown Pleasures (Joy Division), Bridge Over Troubled Water (Simon and Garfunkel), Nevermind e In Utero (Nirvana), (What’s the Story) Morning Glory? (Oasis), Strangeways Here We Come (The Smiths), Technique (New Order), The Suburbs (Arcade Fire), Boxer (The National), This is Happening (LCD Soundsystem), Dear Science (TV on The Radio), Kala (MIA), The Life of Pablo (Kanye West), You Want it Darker (Leonard Cohen), entre outros.

(data supplied by the researcher)

Abbreviations:
SC – Scientific Committee
TL – Thematic Line
RG – Research Group
PI – Principal Investigator